Voto por engano da oposição salva reforma trabalhista do governo da Espanha

Um voto por engano de um deputado do Partido Popular (PP), o principal da oposição, foi decisivo para aprovar no Congresso da Espanha a reforma trabalhista promovida pelo governo e que é considerada imprescindível para o país receber os milionários fundos de recuperação da União Europeia.

A reforma, comandada por Yolanda Díaz, uma ministra do Trabalho com forte vínculo comunista, foi aprovada por um placar de 175 votos a favor e 174 contra, expondo a dificuldade do governo em promover projetos no Congresso. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e