Violência em atos no 7 de setembro pode causar desembarque do centrão do governo

Como consequência, o governo Bolsonaro terá grande dificuldade para encaminhar pautas e sofrerá pressão ainda maior no Congresso

Cresceu o número de partidos do centrão que consideram o 7 de setembro um dia decisivo para o desembarque da base do governo Bolsonaro, caso haja agressão, tumulto ou depredação de instituições como o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Congresso Nacional, em especial, nos atos.

Segundo representantes dessas legendas, no momento, há um descontentamento crescente com o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por parte do Centrão, mas ainda há muito a perder caso esses partidos abandonem o governo.

Por isso, o 7 de setembro foi dado como um marco para as siglas decidirem o que fazer no futuro, marcando um limite para os atos do Planalto.

Líderes dos partidos destacaram que “não abrirão mão da defesa da democracia”, e que, caso haja depredação às instituições durante as manifestações, poderá haver uma reconfiguração da base do governo.

Como consequência, caso haja o desembarque do centrão, o governo Bolsonaro terá grande dificuldade para encaminhar pautas e sofrerá pressão ainda maior no Congresso.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e