Violência eleitoral deixa 140 vítimas na Colômbia antes das eleições de 2022

A violência eleitoral deixou 140 vítimas na Colômbia, incluindo 16 assassinadas, em 99 eventos que ocorreram no período que antecedeu as eleições legislativas e presidenciais de 2022, advertiu nesta quinta-feira a Fundação Paz e Reconciliação (Pares) em relatório que cobre o que aconteceu desde 13 de março.

O “Terceiro relatório sobre violência e dinâmica eleitoral” – que registra “atos vitimizantes contra funcionários públicos, pré-candidatos, candidatos, ativistas políticos, autoridades indígenas e aqueles que denunciam a corrupção” – assinala que, “em média, de dois em dois dias há uma vítima de violência político-eleitoral na Colômbia”. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e