Venezuelanos exigem justiça de Trinidad e Tobago por “assassinato” de menor

Dezenas de venezuelanos se concentraram nessa terça-feira em frente à Embaixada de Trinidad e Tobago em Caracas para exigir justiça pela morte de um menor que migrava junto à mãe rumo ao país caribenho e que morreu após a embarcação ter sido supostamente alvejada pela Guarda Costeira, o que classificaram como “assassinato”.

“Estamos cansados de ver os venezuelanos como qualquer coisa, estamos à procura de novas oportunidades em outros lugares porque o regime (do presidente Nicolás Maduro) não nos permitiu avançar”, disse Merci Barrios, secretário da juventude do partido opositor Primeiro Justiça. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e