Vargas Llosa vê mudanças em Cuba como inevitáveis e pede processo pacífico

O escritor peruano Mario Vargas Llosa expressou nesta quinta-feira em Miami sua esperança de que o processo de mudança em Cuba, que ele vê como inevitável, seja pacífico, e pediu às autoridades da ilha que abram caminho para a transição.

O Prêmio Nobel de Literatura respondeu a uma pergunta da Agência Efe pouco antes de participar de um evento no Museu Coral Gables, no condado de Miami-Dade, para apresentar a Cátedra Vargas Llosa. Se os últimos detalhes forem finalizados como previsto na próxima semana, o espaço logo estará em funcionamento na Universidade de Miami. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e