Vacina russa contra Covid-19 gerou imunidade sem efeito colateral

A Rússia autorizou o uso de duas doses do imunizante em seus cidadãos em agosto, se tornando o primeiro país a registrar uma vacina contra Covid-19

A Sputnik V, vacina russa contra o novo coronavírus, produziu resposta de anticorpos em todos os participantes dos testes em estágio inicial, de acordo com estudo publicado nesta sexta-feira (4) pela revista médica The Lancet.

Os resultados dos dois testes, conduzidos em junho e julho deste ano e envolvendo 76 pessoas, mostraram que 100% dos participantes desenvolveram anticorpos para o novo coronavírus e nenhum efeito colateral sério, disse a Lancet.

A Rússia autorizou o uso de duas doses do imunizante em seus cidadãos em agosto, se tornando o primeiro país a registrar uma vacina contra Covid-19, antes mesmo da publicação dos dados sobre a Sputnik V ou que um teste em grande escala fosse iniciado. CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e