Uefa condena invasão russa na Ucrânia e fará reunião extraordinária

A expectativa é que a Uefa se posicione a respeito da  realização da final da Liga dos Campeões, inicialmente programada para ocorrer no estádio do Zenit, na cidade de São Petesburgo (Rússia), no dia 8 de maio

A União das Associações Europeias de Futebol (Uefa) condenou a invasão militar russa na Ucrânia e o presidente da entidade, Aleksander Ceferin, convocou uma reunião extraordinária para às 6h (horário de Brasília) nesta sexta-feira (25). 

 A expectativa é que a Uefa se posicione a respeito da  realização da final da Liga dos Campeões, inicialmente programada para ocorrer no estádio do Zenit, na cidade de São Petesburgo (Rússia), no dia 8 de maio. 

“Como organismo dirigente do futebol europeu, a UEFA trabalha incansavelmente para desenvolver e promover o futebol de acordo com valores europeus comuns, como a paz e o respeito pelos direitos humanos, no espírito da Carta Olímpica. Continuamos resolutos na nossa solidariedade com a comunidade do futebol na Ucrânia e estamos prontos para estender a nossa mão ao povo ucraniano, disse a Uefa em nota oficial. “Estamos lidando com esta situação com a máxima seriedade e urgência. As decisões serão tomadas pelo Comitê Executivo da Uefa e anunciadas amanhã”,  completou. 

De acordo com a agência de notícias Reuters, um grupo de parlamentares europeus solicitou por escrito à Uefa, nesta quinta (24), não só a mudança do local da final da Liga dos Campeões, como também pediu que a entidade deixasse de considerar cidades russas para competições internacionais de futebol.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e