UE sanciona autoridades chinesas pela 1ª vez desde 1989, e China contra-ataca

A União Europeia decidiu nessa segunda-feira impor medidas restritivas contra quatro autoridades chinesas por graves violações e abusos dos direitos humanos na China pelo tratamento dado aos uigures na região autônoma de Xiajiang. Em resposta, a China sancionou dez pessoas, entre elas cinco membros do Parlamento Europeu.

Estas são as primeiras sanções europeias contra a China desde o massacre da Praça da Paz Celestial, em 1989, e se devem, entre outros motivos, às “prisões arbitrárias em grande escala” do povo uigur em Xinjiang. EFE

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e