UE indica que reeleição de Ortega na Nicarágua necessita de “legitimidade”

A União Europeia (UE) divulgou nesta segunda-feira que a reeleição de Daniel Ortega como presidente da Nicarágua necessita de “legitimidade”, após a realização ontem de um pleito “sem garantias democráticas”, que completam a conversão do país como um “regime autocrático”.

Em declaração por escrito em nome das 27 nações que integram o bloco, o Alto Representante para Política Exterior da UE, Josep Borrell, fez um apelo para que Ortega liberte de forma “imediata e incondicional” todos os presos políticos e anule os processos judiciais contra eles. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e