Ucrânia nega ter feito ataques que mataram 40 prisioneiros em Donetsk

A Ucrânia negou nesta sexta-feira ter sido responsável por ataques com mísseis contra uma prisão na autoproclamada República Popular de Donetsk que causaram a morte de 40 prisioneiros ucranianos, ao contrário do alegam os separatistas pró-Rússia.

O comando das Forças de Mísseis e Artilharia do Exército ucraniano negou em um comunicado ter feito ataques na região de Yelenovka e alegou que, “graças às armas de alta precisão recebidas de países parceiros, realiza ataques extremamente precisos apenas contra alvos militares russos”. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e