Tribunal argentino arquiva processo contra Cristina Kirchner por “caso Amia”

Um tribunal da Argentina arquivou nesta quinta-feira o processo contra a ex-presidente e atual vice-presidente do país, Cristina Kirchner, por supostamente ter encoberto os iranianos acusados do atentado a bomba cometido em 1994 contra a associação judaica Amia, por meio da assinatura de um memorando com o Irã durante seu governo (2007-2015).

A decisão foi tomada pelo 8º Tribunal Oral Federal, que considerou que a assinatura do memorando com o Irã em 2013 “não constituía crime”, o que beneficia todos os acusados no caso. O Ministério Público, porém, pode recorrer, e assim como as ações movidas pela Delegação das Associações Israelitas Argentinas (DAIA) e pelas famílias das vítimas do ataque. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e