Trens retirados de circulação no Rio voltam a operar gradativamente

A medida foi tomada sob orientação da empresa fabricante chinesa CRRC, devido a problemas nas caixas de tração dos trens

Dezessete dos 40 trens retirados de circulação da malha ferroviária da região metropolitana do Rio de Janeiro voltarão a operar até o próximo domingo (24). A informação foi divulgada na noite de dessa terça-feira (19) pela Secretaria Estadual de Transportes.

Os 40 trens, que representam 20% da frota de 200 composições da malha, foram retirados de circulação na última segunda-feira (18) pela Supervia, a empresa que administra a rede ferroviária. A medida foi tomada sob orientação da empresa fabricante chinesa CRRC, devido a problemas nas caixas de tração dos trens.

A retirada dos trens causou transtornos aos passageiros, já que vários ramais tiveram aumento do intervalo na circulação das composições. Em um deles, Deodoro, os veículos passaram a circular com metade dos vagões.

Os trens estão passando por um processo de manutenção nas caixas de tração e estarão disponíveis nos próximos dias. Até o fim de novembro, é esperado o retorno de mais seis trens. A meta é ter todos os 40 trens de volta até 17 de janeiro.

O governo do Rio determinou que, depois do conserto emergencial dos 40 trens, sejam substituídas as caixas de engrenagens dos 70 veículos comprados da empresa chinesa na licitação feita em 2011.

Por

Webjornal O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e