Trens da SuperVia são novamente vandalizados após jogo do Flamengo, no Maracanã

Foram retiradas janelas, tampas de proteção do sistema de portas e visores de porta

A SuperVia registrou novos casos de vandalismo em trens extras disponibilizados para o retorno de torcedores. Após o jogo entre Flamengo e CSA pelo Campeonato Brasileiro, no Maracanã, na noite de domingo (27), três dos seis trens extras disponibilizados pela concessionária foram vandalizados. Foram retiradas janelas, tampas de proteção do sistema de portas e visores de porta. As composições passaram pelos reparos durante a madrugada e estão em circulação nesta segunda-feira.

Na última quarta-feira (23), depois de Flamengo e Grêmio pela Copa Libertadores da América, outros três foram vandalizados e um total de vinte oito janelas foram arrancadas das composições. Além disso, uma grade de proteção da estação Oswaldo Cruz foi danificada.

A concessionária lamenta que casos como este coloquem em risco quem utiliza o sistema ferroviário, além de danificar os trens, causando transtornos aos passageiros. A empresa ressalta que, de acordo com o contrato de concessão, a segurança pública nos trens e estações é uma atribuição do Governo do Estado, que atua por meio do Grupamento de Policiamento Ferroviário (GPFer). Em dias de jogos nos estádios próximos à ferrovia (Maracanã e Nilton Santos), são realizadas operações especiais no sistema, envolvendo o Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe) e o efetivo de segurança da SuperVia.  Os agentes de controle da concessionária não têm poder de polícia e fazem o patrulhamento, sendo orientados a acionar os órgãos policiais sempre que necessário. Os casos são registrados em delegacia.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e