TRE do Rio mantém prisão do deputado estadual Anderson Alexandre

Ele foi preso em novembro do ano passado, acusado de receber uma doação de R$ 150 mil para a campanha de reeleição em 2016, em troca de favorecimento em contratos futuros com a prefeitura

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) manteve a prisão do deputado estadual e ex-prefeito de Silva Jardim (RJ) Anderson Alexandre (SD/RJ). A decisão foi tomada na quarta-feira (6) em julgamento, por cinco votos a um.

De acordo com a Procuradoria Regional Eleitoral no Rio de Janeiro (PRE/RJ), o deputado é acusado de liderar um esquema de alteração das atas das convenções do MDB, SD, PRP e PP para conseguir deferimento dos demonstrativos de regularidade de atos partidários de duas coligações formadas para as eleições municipais de 2016. O documento é essencial para a obtenção do registro de candidaturas.

Anderson Alexandre foi preso em novembro do ano passado, acusado de receber uma doação de R$ 150 mil para a campanha de reeleição em 2016, em troca de favorecimento em contratos futuros com a prefeitura. Apesar de diplomado, ele ainda não tomou posse na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) por estar preso.

Por

Webjornal O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e