Técnicos esperam resgatar até 2ª feira menino que caiu em poço na Espanha

Os técnicos que participam do resgate de Julen, o menino de 2 anos que no último domingo caiu em um poço de 110 metros de profundidade em Totalán, na província de Málaga, na Espanha, esperam retirá-lo antes de segunda-feira, apesar de terem encontrado dificuldades no terreno onde está sendo feita uma escavação que será fundamental para encontrá-lo.

O responsável pela operação de resgate, Ángel García, afirmou nesta sexta-feira (18) a jornalistas que o prazo previsto “será prolongado um pouco”, após os peritos terem encontrado um maciço rochoso na escavação preliminar de um túnel vertical paralelo ao poço.

Apesar de tudo, García mantém a intenção de perfurar o maciço ainda hoje e explicou que, em condições “muito favoráveis”, o trabalho pode durar de 12 a 15 horas, mas o prazo pode aumentar se forem encontradas rochas.

Um geolocalizador fornecido pela companhia sueca que ajudou no resgate de 33 mineradores chilenos que ficaram 70 dias presos em uma mina em 2010 determinou que o poço onde Julen caiu tem um desvio entre a entrada e o fundo, o que permitirá cálculos mais precisos sobre como a escavação deve ser feita.

Em relação à possibilidade de chuvas nas próximas horas em Totalán, o responsável pela operação disse que a única medida possível seria uma drenagem que permitisse um rápido escoamento da água.

EFE

Por

Webjornal O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e