Tá chegando a hora de o Manto chorar

O Rio respira Flamengo e a final da Copa Libertadores da América. Muitos torcedores já estão com ingressos e passagens aéreas compradas para grande final que agora será em Lima, Peru. O motivo da mudança de sede da final se deu por conta da crise social que passa o Chile.

Diante do perigo eminente as autoridades do país, dirigentes da CONMEBOL (Confederação Sul-americana de Futebol), Federações da Argentina e Brasil e claro, os presidentes de Flamengo e River Plate resolveram mudar a sede da final para Lima. A expectativa é muito grande, pois fazia 38 anos que o Flamengo não chegava a uma final dessa competição. E para completar, o time está jogando o melhor futebol do país.

Com um investimento milionário em jogadores que chegaram para serem titulares e a aquisição de um treinador europeu, Jorge Jesus, um português que chegou e arrumou a casa, o Mais Querido, como é conhecido pela sua torcida, chega para essa final como grande favorito. Seu adversário, o River Plate, da Argentina, também vem jogando um belo futebol na América. Será sem dúvida nenhuma um grande confronto. E pela primeira vez decidida em um único jogo em campo neutro. A CONMEBOL está querendo copiar o modelo da Champions League, mas sem ter o know how e estrutura para tal.

Faltam menos de 20 dias para esse confronto que promete parar o Brasil. Até mesmo quem não curte futebol está sabendo desse jogo. Especialistas juram que se a CBF colocar esse time do Flamengo de camisas canarinhas fará mais bonito que a atual seleção de Tite. Pode até ser, mas teriam que convocar dois jogadores, pois no time titular existem um espanhol e um uruguaio. Verdade seja dita, os amantes do futebol são na verdade uns poetas da bola. Vivem sonhando e eternamente apaixonados por seus clubes e jogadores que fazem a alegria da torcida.

Ser flamenguista é um estado de espírito. Você já nasce com ele e ao longo dos anos vai se tornando um vencedor mesmo quando perde, pois o importante e torcer, vibrar, ser feliz. Ser Flamengo é ser de bem com a vida e acima de tudo rubro negro. É ser livre para brincar com os amigos e beber aquela gelada.

Ser Flamengo é saber que pode amanhecer um dia cinzento, mas nada vai abalar sua felicidade e sua autoestima. O flamenguista que se preza vai à praia de manhã, a tarde joga aquela “pelada” e a noite sai com os amigos para balada. Curte a vida e quando está tudo dando errado, vai à igreja de São Judas Tadeu, seu padroeiro, para pedir ajuda. O flamenguista é otimista por natureza, acredita mesmo quando tudo conspira contra. Ser flamenguista é uma bênção que recebem dos deuses do futebol.

Resta agora esperar mais alguns dias e torcer para que a inspiração do Zico, Júnior, Andrade, Adílio e Cia. recaiam sobre esses jogadores que desejam entrar para a história do Clube da Gávea e finalmente tragam o bicampeonato da Libertadores. E você? Acredita? Bem, sonhar não custa nada. Vamos juntos nessa emoção, como diz um grande amigo meu, pois o momento é do Flamengo.

Eu não vou estar fora dessa grande final. Estarei comentando o jogo pela rádio Saara e espero que a torcida do Flamengo ao final do jogo possa explodir num grito que contagie os quatro cantos do Brasil, afinal de contas, o Flamengo é o Brasil contra a Argentina, representada pelo River Plate.

Por

Jornalista e comentarista esportivo. Moro em Niterói há 22 anos. Fã de cultura e esportes. Ex-editor em jornais na cidade do Rio de Janeiro. Atualmente me dedico à interatividade cultural. Acredito na importância da divulgação por todos os meios da cultura nesse país.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e