Stoltenberg: “China deveria condenar com veemência invasão da Ucrânia”

O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, disse nesta terça-feira que a China “deveria se juntar ao resto do mundo na condenação veemente à invasão brutal da Ucrânia por parte da Rússia”.

“Qualquer apoio à Rússia, apoio militar, qualquer outro tipo de apoio, ajudará a Rússia a travar uma guerra brutal contra uma nação soberana independente, a Ucrânia, e a continuar a travar uma guerra que está causando morte, sofrimento e uma enorme quantidade de destruição”, ressaltou Stoltenberg durante uma entrevista coletiva antes da reunião de amanhã dos ministros da Defesa da Otan em Bruxelas. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e