SP: greve dos motoristas de ônibus é encerrada

Segundo a SPTrans, o atendimento nas 713 linhas paralisadas está sendo retomado de forma gradativa e deverá se normalizar até o fim do dia

A Prefeitura de São Paulo afirma que a paralisação de motoristas e cobradores na capital paulista foi encerrada às 15h20 desta terça-feira (14) após um acordo entre trabalhadores e representantes das empresas de ônibus.

Segundo a SPTrans, o atendimento nas 713 linhas paralisadas está sendo retomado de forma gradativa e deverá se normalizar até o fim do dia. A gestora do transporte público municipal na capital disse ainda que “monitora o retorno da frota da cidade para minimizar os impactos na população”.

A companhia informou que irá autuar as empresas pelo descumprimento da decisão liminar na Justiça do Trabalho que determinou a manutenção de 80% da frota operando nos horários de pico e 60% nos demais horários. De acordo com a SPTrans, a greve de hoje afetou 2,7 milhões de passageiros.

Segundo o presidente licenciado do Sindmotoristas, José Valdevan de Jesus, a ata assinada estabelece o reajuste de 12,47% nos salários e nos vales-refeição da classe.

“O Poder Público junto com as empresas assume o compromisso de dar o aumento de 12,47 a partir do dia 1º de maio. Esses 12,47 também no ticket refeição. E, no prazo de cinco dias úteis, serão negociadas as demais cláusulas”, afirmou.

Dentre as pautas que ainda devem ser reivindicadas, Jesus cita o PLR (Programa de Participação nos Lucros e Resultados) e o direito à uma hora de almoço. CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e