Músico Saulo Xavier, viraliza e ultrapassa as casas dos 8 milhões de seguidores e admiradores pelo Brasil a fora

Saulo tem transversalidade: poeta, compositor, cantor, instrumentista, navegando do romântico ao forró

Print page

Saulo Xavier é um músico que surge das Minas Gerais, especificamente como dizem por lá: das Gerais, porque é a região norte do estado, com muitas dificuldades de desenvolvimento econômico, social e, as Minas ficam pras regiões mais ricas do estado. Porém, as Gerais é lugar de uma riqueza cultural imensa, sem falar também das riquezas que ficam escondidas debaixo do solo e, que são para poucos desfrutarem. Mas, é o Vale do Jequitinhonha, um dos redutos do Norte de Minas, que nos presenteia com uma riqueza também rara: a veia artística de Saulo Xavier, que já ultrapassa as casas dos 8 milhões de seguidores e admiradores pelo Brasil a fora. O Estado RJ entrevistou com exclusividade Saulo Xavier.

O Estado RJ – Qual é o seu berço no Vale do Jequitinhonha?

Saulo Xavier – Nasci na pequena e doce cidade de 10 mil habitantes, Rubim.

OERJ – Você foi para a capital, Belo Horizonte, para cavar sua carreira musical…quando?

Saulo – Fui pra BH estudar Engenharia Elétrica e ser um profissional da área. A música pra mim era e é um elemento de sustentação do meu Ser. Fazer música é combustível pra tocar minha vida à frente e oferecer essa música aos ouvidos e corações alheios, é como uma espécie de recompensa que recebo pelo dom concedido por Deus.

OERJ –  Você abandonou a engenharia elétrica em que ano? Foi uma decisão difícil, porque fazer música, viver de música não é fácil…

Saulo – Quase no final do curso. Vou te confessar que fiquei algumas vezes paralisado na plataforma do metrô, pensando se entrava de cabeça no meu destino: a música, ou ficaria dividindo com uma profissão promissora a engenharia. Então, visualizei o seguinte: a engenharia elétrica dá choque rsrs, a música dá amor…amor… Fiquei com o amor… Inclusive, a música era parte de minha infância, que desde lá já fazia das panelas bateria…rsrs Tá no DNA.

OERJ – Normalmente o cantor tem um fã clube direcionado a um estilo de música. Por exemplo, MPB, sertanejo, pop, etc. Você chegou no mundo da música cantando vários estilos e está bombando na audiência, seu fã clube é diversificado também, ou seja, aquele que curte forró, também está te curtindo no romântico. Você tem explicação pra isso?

Saulo – A galera quer música de qualidade e que toca o coração dando significado a vida. O estilo é um detalhe, que se encaixa de acordo com o momento e a circunstância. Por exemplo, um rock mesmo sendo de alta qualidade musical não se encaixa na situação e circunstância de uma festa de carnaval.

OERJ – Você está querendo dizer que essa transversalidade que você tem: poeta, compositor, cantor, instrumentista, navegando do romântico ao forró, também é algo que está nos ouvintes e seus seguidores?

Saulo – Desconfio que sim. Os fãs nos tem dito nas mensagens que nos enviam, que nossa música tem significado porque toca o coração, fala com a alma delas.

OERJ – Quais são seus planos de curto e médio prazo?

Saulo – Agora estou focado na finalização da produção do primeiro EP, que está sendo produzido por profissionais de renome nacional, com lançamento em novembro. Depois começar aceitar os convites de shows que temos recebido. E os planos contínuos rsrs é continuar a compor e cantar com amor e qualidade e presentear a sociedade com isso.

OERJ – Quem está te agenciando e como fazer contato?

Saulo – É o O Instituto Humanizar, que é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, que inclusive, faço parte coordenando um Projeto Cultural que desenvolvi, o Music of Day, que tem como objetivo levar uma vez por mês no palco do Cine Teatro Brasil aqui em BH, artistas iniciantes ou não, para presentearem a plateia com sua música e divulgarem seus trabalhos. E contatos para meus shows, pode ser feito pelo telefone (31) 98978-6796 ou por email comunicacao@institutohumanizar.org.br. O Instituto atua também com projetos socioambientais e estamos abertos para receber doações com dedução no Imposto de Renda, de empresas privadas e pessoas físicas.

Vídeo Clipe

Por

Webjornal O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.