RSF diz que mulheres jornalistas estão sendo cada vez mais atacadas no mundo

A proporção de mulheres jornalistas assassinadas ou presas no mundo está crescendo, de acordo com o relatório anual publicado nesta quinta-feira pela ONG Repórteres Sem Fronteiras (RSF), onde aponta para uma maior presença feminina na profissão, mas também para o fato de que em alguns países eles são um alvo particular de regimes ditatoriais.

“Em alguns países, elas têm sido figuras de destaque na oposição, como é o caso de Belarus, onde há mais mulheres jornalistas detidas do que homens”, disse o secretário-geral da RSF, Christophe Deloire, à Agência Efe.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e