Réveillon em Cabo Frio homenageará vítimas da covid-19

De acordo com José Bonifácio, a ideia é que o tributo conte com a participação do público presente na Praia do Forte

A prefeitura de Cabo Frio, na Região dos Lagos, definiu as ações que serão realizadas na virada do ano na Praia do Forte, a principal da região, e disse que a festa da virada será marcada por uma homenagem às vítimas de covid-19.

De acordo com José Bonifácio, a ideia é que o tributo conte com a participação do público presente na Praia do Forte.

“Dois minutos antes da meia-noite, nós vamos apagar as luzes da orla da Praia do Forte e com a lanterna do telefone celular, vamos fazer a iluminação homenageando, no mundo inteiro, todos aqueles que morreram vítimas da covid-19”, explicou o prefeito.

O prefeito disse ainda que a queima de fogos será patrocinada pela iniciativa privada. A previsão é de que o show pirotécnico dure cerca de 10 minutos.

“Anteriormente eu tinha comunicado a toda população de Cabo Frio e aos turistas, que não teríamos queima de fogos. Mas eu recebi apoio dos empresários que farão a nova versão do Cabofolia, depois da Semana Santa. Eu quero convidar a você então, para que esteja na Praia do Forte, de máscara, se protegendo, para assistir o espetáculo da tradicional queima de fogos”, informou Bonifácio.

Segurança

réveillon na cidade terá apoio da Polícia Militar para garantir a segurança das pessoas. O secretário municipal de Direitos Humanos e Segurança, Ruy França explicou como será a ação.

“Realizamos a reunião para definir os últimos ajustes das ações que serão desencadeadas no réveillon. Vamos contar com o emprego de recursos, aumento de efetivos nas praias, ordenamento no trânsito nas vias, fiscalização, ações para coibir atividades irregulares e outras iniciativas. Tanto a prefeitura de Cabo Frio como o 25º Batalhão da PM vão adotar um trabalho para proporcionar um período festivo mais seguro”, disse.

De acordo com o chefe de planejamento do 25º Batalhão de Polícia Militar, major Alcântara, a corporação recebeu um aporte de mais 500 homens para esse período, totalizando 750 homens para atuar nas ações de policiamento ostensivo e repressivo.

“Iniciaremos a Operação Praia no dia 31 de dezembro, de manhã cedo, com o policiamento já nas areias. Para essas ações teremos à disposição, policiais de folga, de serviço e agentes que estão retornando de férias. Um atendimento maciço da tropa, contando com policiais do Rio de Janeiro, São Gonçalo, Niterói e Itaborai”, informou o oficial da PM.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e