Reunião de traficantes: operação policial no Rio tem 23 mortes

A intervenção começou no início na madrugada desta terça-feira (24). Um intenso confronto foi registrado na região. Aeronaves da polícia sobrevoam o local

vinte e três pessoas morreram e cinco ficaram feridas durante operação com as polícias Militar, Federal e Rodoviária Federal na Vila Cruzeiro e Alemão, dois dos maiores complexos de favela do Rio de Janeiro. Por conta dos tiroteios durante a incursão nas comunidades, 19 escolas foram fechadas.

A direção do Hospital Estadual Getúlio Vargas (HEGV) confirmou que 17 das vinte e três vítimas deram entrada na unidade. A morte de uma mulher, atingida por bala perdida quando caminhava pela rua não está no balanço da emergência divulgado pela unidade. Doze mortes foram confirmadas no hospital, as outras cinco pessoas tendo sido foram atendidas no HEGV.

A intervenção começou no início na madrugada desta terça-feira (24). Um intenso confronto foi registrado na região. Aeronaves da polícia sobrevoavam o local durante operação.

Segundo informações da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro (SME), em decorrência da operação, que resultou em intensos tiroteios ao longo da manhã, 19 escolas da região tiveram que ser fechadas e vão prestar atendimento de forma remota.

A SME não soube informar quantos alunos foram prejudicados com o fechamento destas unidades de ensino.

Até o momento, segundo a Secretaria de Estado de Polícia Militar, foram apreendidos 11 fuzis, quatro pistolas e granadas, além de 16 veículos (dez motocicletas e seis carros) “usados por criminosos em fuga”.

O resultado final será apresentado em uma coletiva de imprensa no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) ao final da dos trabalhos.

Reunião de cúpula de criminosos

A inteligência da policia descobriu que tinha uma reunião de vários e principais chefes de lideranças de facção do complexo do Penha, Jacarezinho, Mangueira, Providencia, Salgueiro e São Gonçalo e, também lideres traficantes de outros estados.

A operação emergencial que envolveu a PM, PF e PRF, foram recebidos a tiros, fizeram que os traficantes largassem motos, carros e fugissem para a mata fechada. CNN/Oerj

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

0 comentários

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e