Relator da ONU pede sanções contra Mianmar por repressão de militares

O relator da ONU para Mianmar, Thomas Andrews, afirmou nesta quinta-feira que a repressão da junta militar em Mianmar iniciada após o golpe de Estado em fevereiro, que resultou em ao menos 70 mortes e 2 mil detenções, deve ser respondida pela comunidade internacional com sanções severas.

“O povo de Mianmar precisa não só de palavras de apoio, mas também de ação e ajuda da comunidade internacional”, destacou Andrews em discurso ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, atualmente reunido em Genebra. EFE

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e