Reino Unido deixará de participar de reuniões da UE em setembro

O premiê ressaltou ser desnecessário participar de discussões focadas no futuro do bloco, já que o Reino Unido não será mais membro dele

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, afirmou que seu país irá deixar de participar da maioria das reuniões da União Europeia em preparação para a saída do bloco em 31 de outubro.

Na terça-feira (20), Johnson declarou que seu governo não irá enviar representantes para as reuniões da UE realizadas a partir do dia 1º de setembro.

O premiê ressaltou ser desnecessário participar de discussões focadas no futuro do bloco, já que o Reino Unido não será mais membro dele.

No entanto Johnson disse que irá continuar a participar de reuniões nas quais interesses vitais do país estejam em jogo. Elas incluiriam encontros sobre segurança, soberania e relações internacionais.

O secretário de Estado britânico Steve Barclay afirmou que o Reino Unido participará apenas de reuniões que realmente importem, reduzindo sua presença para menos da metade e deixando de gastar centenas de horas.

*Emissora pública de televisão do Japão

Por

Webjornal O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.