Reforma administrativa: Planalto decide adiar novamente envio ao Congresso

No entanto, o ministro da Economia, Paulo Guedes, tem pressionado para que o Executivo envie logo a proposta

O Palácio do Planalto decidiu adiar mais uma vez o envio do texto da reforma administrativa ao Congresso, disse à Reuters uma fonte com conhecimento do assunto.

A intenção inicial do presidente Jair Bolsonaro era que o texto fosse enviado até esta quinta-feira (20), mas a avaliação é que ainda não está maduro.

Bolsonaro recebeu a proposta finalizada pela equipe econômica na terça-feira (18), mas ainda não bateu o martelo em todos os pontos.

O presidente tem uma preocupação com o impacto da reforma entre os funcionários públicos e segue repetindo que os atuais servidores não serão afetados, mas há o temor da repercussão da medida ainda assim e do que o presidente chama de “guerra da comunicação”.

No entanto, o ministro da Economia, Paulo Guedes, tem pressionado para que o Executivo envie logo a proposta, o que tem provocado tensões no governo. Guedes considera a medida essencial para a recuperação econômica.

Por

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e