Que tal encarar com força o inesperado? É o único jeito!

“Não adianta olhar para trás e ver onde minha vida parou. Sigo em frente acreditando que o meu presente tem muito a ver com o meu futuro, e detalhe: muito além daqui!!!” Joana 

Neste final de semana, fui visitar a filha de uma amiga, e fiquei bastante impressionada com a força desta jovem mulher. Vou tentar em poucas linhas resumir sua história. Ah… Não vou citar nomes reais, pois não  me é permitido, usarei nomes fictícios para concluir o assunto.

Joana tem hoje 34 anos, e desde muito nova sempre foi focada em vencer e conquistar seus sonhos através dos estudos. O seu projeto era ser juíza, e fez a conclusão do curso de Direito, sempre no caminho da realização do seu objetivo e foi avançando. Fez o concurso e passou para uma vaga na Procuradoria do Estado, e se viu mais perto da sua tão almejada conquista.

Mas… Como a vida nos proporciona inúmeras surpresas, projetos foram interrompidos e houve mudanças de planos.

O inesperado muda tudo

Joana engravidou, e sua gestação chegou aos 5 meses e meio, dando à luz a uma linda filha que tão amorosamente recebeu o nome de Carol. Carol por ser precoce, precisou de cuidados especiais e ambas permaneceram no hospital por um bom tempo, até que Carol pudesse ganhar peso; neste período foi constatado que ela tinha uma deficiência e não poderia ficar só, dependeria de Joana (sua mãe) por toda a sua vida. Foi quando Joana precisou interromper seus planos de ser juíza para se dedicar a ser mãe por 24 horas.

O que quero citar diante deste fato?

Nem sempre o que programamos durante uma trajetória de vida será o que conquistaremos. A vida também tem planos para nós e precisamos estar preparados para as mudanças inesperadas que surgirem. E aviso: não adianta brigar com ela (a vida) e muito menos se desesperar com as surpresas (que nem sempre são fáceis). O jeito é encarar com força, principalmente quando a vida de outras pessoas dependerem apenas e exclusivamente de você!  

Conversando com a Joana percebi o quanto de amor ela dedica a sua filha, e quanto de amor a Carol retribui, mesmo com poucos gestos. E você pensa que a Joana é uma mulher amarga? Nada disso!!! Sorriso no rosto o tempo inteiro, olhar sereno e palavras mansas.

Eu até me questionei como uma mulher tão sensível queria ser juíza e bater o martelo para condenar alguém. Mas, somos preparados para tudo nesta vida, quando nos é imposto uma tarefa.

A transformação da vida é linda, basta ter bons olhos para apreciá-la

Quando questionamos: “Por que eu?” iremos sofrer e levaremos a vida com peso, mas quando entendemos o questionamento: “Por que não eu?” Levamos a vida de forma suave e serena, mesmo que seja no sacrifício.

Lembrando: no sacrifício surge o verdadeiro crescimento pessoal que nos leva a conquistar outras áreas nunca imagináveis.

Joana com o dia a dia de sua filha, pois a mesma precisa de fisioterapias diárias e outras atividades para motivar o seu corpo e mente, se viu aprendendo a viver de outra maneira e foi buscando outras formas de aprendizado, não para lidar apenas com a sua filha, mas para motivar tantas outras pessoas que passam pelo mesmo corredor que ela.

Sua vida através das obras de suas mãos podem ajudar muitas outras vidas

Mesmo nos intervalos dos momentos onde Carol fica na clínica para seu tratamento, Joana estava estudando e se formou como Terapeuta, e hoje ajuda muitas outras mães e famílias em geral a viver melhor com suas novas realidades. E como também se formou em Direito (e podemos comprovar que nesta vida tudo o que fazemos tem um propósito) ela ajuda juridicamente a todos que a procuram.

E se você for acompanhar o dia a dia desta mulher guerreira Joana, você vai ficar sem fôlego. Posso te garantir!

Todos os dias ela sai da região serrana e vem para o Rio de Janeiro com sua filha (sozinha) para as sessões de fisioterapia; nos intervalos Joana estuda, ajuda outras pessoas e retorna para casa para preparar “a vida” da sua filha, desde o banho até a alimentação. E quando surge o sono da Carol, ela vai dar um jeito na casa, na roupa, e por aí vai.

E você acha que Joana tem o sono de 8 horas, como muitas de nós??? Nada disso! Ela dorme pingado, como podemos dizer. Toda hora acorda para ver como Carol está.

E detalhe: Joana mora sozinha com sua filha. Ela conta apenas com a ajuda da família que é sua mãe Laura e do seu pai Joaquim, e de sua irmã Manuella. Mas, como todos também têm suas atividades pessoais, o que é muito natural, nem sempre estão por perto. Então a vida segue… com Joana e Carol.

Estou relatando esta história para que entenda o seguinte:

Nem sempre a vida nos dará o que queremos, mas sim o que precisamos.

Mesmo que você naquele momento não entenda, algum propósito tem e terá mais à frente. Não podemos de forma alguma “praguejar” o nosso destino, quando algo surgiu de forma que não esperávamos. E na maioria dos casos, nem provocamos situações para ter consequências complicadas, simplesmente elas surgem.

Trace planos sim, invista no seu futuro sim! Mas se o rumo mudar, o encare com força! Só assim haverá superação. Nada de reclamar!!! Não valerá a pena!!!

Diga para você mesmo, a cada instante:

“Sou dono do que planejo e das minhas atitudes, e sou responsável por cada colheita do que semeei, mas o futuro inesperado não está em minhas mãos.”  

Se você vive uma situação complicada causada pela vida em si, siga em frente, tem um propósito nisso! Acredite!

Eu acredito em você!

Por

* Radialista, Fotógrafa e Palestrante Motivacional.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e