Quase 900 mil fiéis fazem maior peregrinação a Meca desde início da pandemia

Quase 900 mil fiéis realizaram neste ano o “hajj”, a grande peregrinação a Meca, que em 2022 foi permitida a estrangeiros pela primeira vez desde o começo da pandemia de covid, segundo um relatório divulgado nessa sexta-feira pela Autoridade Geral de Estatísticas da Arábia Saudita.

Um total de 899.353 peregrinos participaram do evento, que reúne multidões, mas neste ano foi restrito a 1 milhão de pessoas, incluindo sauditas e estrangeiros, de acordo com o relatório. Além disso, 779.919 fiéis entraram na Arábia Saudita procedentes do exterior, sendo 53,8% de países asiáticos e 21,4% de nações árabes, do Oriente Médio e do Norte da África. Quase 46% das pessoas que foram a Meca são mulheres. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e