Putin diz que se Ocidente deseja derrotar Rússia “no campo de batalha”, pode tentar

Desde o início dos confrontos, os países do Ocidente responderam às ações do Kremlin fornecendo armamentos a Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, e aplicando sanções contra à Rússia

O presidente russo Vladimir Putin afirmou nesta quinta-feira (7) que se o Ocidente deseja derrotar a Rússia no campo de batalha, pode tentar.

“Hoje ouvimos dizer que querem derrotar-nos no campo de batalha. O que se pode dizer, deixem-nos tentar. Ouvimos dizer muitas vezes que o Ocidente quer lutar conosco até ao último ucraniano. Isto é uma tragédia para o povo ucraniano, mas parece que tudo vai nesse sentido”, disse Putin em comentários televisivos aos líderes parlamentares.

Durante o discurso, o presidente da Rússia afirmou ainda que seu país não rejeita negociações para pacificar o conflito na Ucrânia, mas que “quanto mais longe se for, mais difícil será chegar a acordo conosco”.

A invasão coordenada por Putin ao território ucraniano, que Moscou chama “operação militar especial”, acontece há mais de quatro meses, desde 24 de fevereiro.

Desde o início dos confrontos, os países do Ocidente responderam às ações do Kremlin fornecendo armamentos a Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, e aplicando sanções contra à Rússia.

“As sanções estão nos causando dificuldades, mas não na escala pretendida”, declarou Putin nesta quinta-feira.

“O Ocidente falhou em nova tentativa de conter a Rússia.”

Ainda hoje (7), o Ministério da Defesa russo e as forças armadas ucranianas confirmaram que um avião comandado pelas forças russas atacou a Ilha da Cobra — importante rota marítima que tem sido disputada pelos dois países.

CNN/Reuters

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e