Putin diz que forças da OTSC não vão ficar no Cazaquistão

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou nesta segunda-feira que os 2.030 soldados da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (CSTO) que estão no Cazaquistão vão deixar o país assim que a missão for concluída.

“Um contingente de forças coletivas de manutenção da paz da OTSC foi enviado ao Cazaquistão. E, quero enfatizar, (que será) por um período limitado de tempo, como o presidente do Cazaquistão (Kasim-Yomart Tokayev) considerar oportuno”, declarou Putin em uma cúpula realizada por teleconferência entre os líderes da aliança militar de seis ex-repúblicas soviéticas. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e