Putin diz atacar novos alvos se mísseis de longo alcance forem dados à Ucrânia

O presidente dos EUA, Joe Biden, afirmou na terça-feira que os EUA estão fornecendo à Ucrânia “sistemas de foguetes e munições mais avançadas” à medida que sua guerra com a Rússia continua

O presidente russo, Vladimir Putin, alertou neste domingo (5) que Moscou atacaria novos alvos se os EUA fornecessem mísseis de longo alcance à Ucrânia, segundo a mídia estatal russa.

A entrega de novas armas a Kyiv visa apenas “arrastar o conflito armado pelo maior tempo possível”, disse Putin em entrevista ao canal de TV Rossiya-1.

No caso de entregas de mísseis de longo alcance para Kyiv, a Rússia tirará “conclusões apropriadas” e atacará as “instalações” que ainda não foram visadas, disse ele.

“Se eles forem fornecidos, tiraremos as conclusões apropriadas disso e usaremos nossas próprias armas, das quais temos o suficiente, para atacar as instalações que ainda não estamos mirando”, disse o presidente russo, comentando a situação em relação ao fornecimento de armas norte-americanas.

Putin declara ainda que fornecer MLRS norte-americano para a Ucrânia essencialmente não muda nada, já que Kyiv tinha armas semelhantes antes, incluindo mísseis de alcance semelhante, então eles estão simplesmente compensando suas perdas.

O presidente dos EUA, Joe Biden, afirmou na terça-feira que os EUA estão fornecendo à Ucrânia “sistemas de foguetes e munições mais avançadas” à medida que sua guerra com a Rússia continua. CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e