Protesto lembra autoridades de que não há milagres para a liberdade de imprensa

A ONG lembra que até o momento neste ano houve cerca de 70 jornalistas assassinados e mais de 300 detidos

A organização não-governamental (ONG) Repórteres Sem Fronteiras (RSF) colocou uma fantasia de Papai Noel hoje em bonecos representando o presidente americano, Donald Trump, e outros dos principais “predadores da liberdade de imprensa”, segundo essa organização, para lembrar que a “magia do Natal” tem seus limites para vários jornalistas.

O líder norte-coreano, Kim Jong-Un, e os presidentes de Turquia (Recep Tayyip Erdogan), China (Xi Jiping) e Rússia (Vladimir Putin) também foram caricaturados na campanha, que afirma que para a liberdade da informação e a independência do jornalismo não há milagres natalinos.

“Querido Papai Noel, neste Natal eu gostaria que os jornalistas deixassem de estar ameaçados e de serem insultados, que sejam libertados das prisões nas quais estão encarcerados injustamente, que se deixe de censurar tudo o que dizem e que não sejam torturados”, afirma uma menina no vídeo divulgado.

A ONG lembra que até o momento neste ano houve cerca de 70 jornalistas assassinados e mais de 300 detidos, em um momento em que “as ameaças e a violência contra os jornalistas não deixam de crescer”.

Da EFE

Por

Webjornal O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e