Princípio de Aufbau: esclareça suas dúvidas para o vestibular

Cada disciplina possui assuntos específicos que exigem um estudo aprofundado

O candidato que vai fazer cursinho para medicina on-line precisa estar atento a todas as matérias para prestar o vestibular. Existem algumas matérias no geral em que os candidatos costumam ter mais dúvidas, como matemática ou química. Mas cada disciplina possui assuntos específicos que exigem um estudo aprofundado.

Em exemplo, o princípio de Aufbau, conhecido como diagrama de distribuição eletrônica ou diagrama de Linus Pauling. Para compreender este princípio, e se sair bem no exame, acompanhe nossas dicas a seguir.

O que é Princípio de Aufbau

Conforme o cientista Schrodinger, todo elétron da atmosfera do átomo apresenta uma energia. Com esta afirmação, o elétron somente fica no nível ou subnível conforme a energia que o mesmo responde.

Para que exista a distribuição destes elétrons nos níveis e subníveis, é preciso que aconteça de forma crescente da energia.

De forma gráfica, isto pode ser representado pelo Diagrama de Pauling. O diagrama foi desenvolvido pelo químico Linus Pauling (1901-1994), que já ganhou dois prêmios Nobel. Um foi em 1962 pela Paz e o seguinte em 1964 com a Química.

Como é feita a distribuição eletrônica das camadas

Seguindo ao diagrama, este pode ser representado por níveis, que são as camadas eletrônicas dos átomos. No total, são sete níveis que seguem de forma crescente até chegar ao núcleo (do 1 ao 7). Logo, este são denominados por letras K, L, M, N, O, P e Q.

No total, os subníveis são quatro, sendo s, p, d, f. Para entender, veja a quantidade em exemplo abaixo:

Camadas: K – Subnível: 1s

Camadas: L – Subnível: 2s 2p

Camadas: M – Subnível: 3s 3p 3d

Camadas: N – Subnível: 4s 4p 4d 4f

Camadas: O – Subnível: 5s 5p 5d 5f

Camadas: P – Subnível: 6s 6p 6d

Camadas: Q – Subnível: 7s 7p

Mas o número de elétrons pode ter sua distribuição conforme nível e subnível, sendo:

Níveis: K – Quantidade máxima de elétrons: 2

Níveis: L – Quantidade máxima de elétrons: 8

Níveis: M – Quantidade máxima de elétrons: 18

Níveis: N – Quantidade máxima de elétrons: 32

Níveis: O – Quantidade máxima de elétrons: 32

Níveis: P – Quantidade máxima de elétrons: 18

Níveis: Q – Quantidade máxima de elétrons: 8

 

Subníveis: s – Quantidade máxima de elétrons: 2

Subníveis: p – Quantidade máxima de elétrons: 6

Subníveis: d – Quantidade máxima de elétrons: 10

Subníveis: f – Quantidade máxima de elétrons: 14

Como no exemplo acima, o mesmo nível e subnível demonstram outro tipo de energia. Ou seja, não é sempre que o subnível energético fico longe do núcleo.

Diagrama de Pauling

Diante disso, no momento de fazer a distribuição dos elétrons, é preciso seguir a ordem crescente de energias dos subníveis.

Portanto, o diagrama pode ser lido do seguinte modo:

1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 4d10 5p6 6s2 4f14 5d10 6p6 7s2 5f14 6d10 7p6.

No entanto, vale lembrar que o número indicado à frente é o subnível de energia correspondente ao nível de energia.

S: subnível energético;

1: primeiro nível, na camada K,

Expoente 2: número de elétrons presentes no subnível.

Como fazer a distribuição eletrônica

Para enfrentar o exercício no vestibular, veja a seguir a distribuição eletrônica do elemento Ferro (Fe) com número atômico 26 (Z = 26).

A ideia ao usar o diagrama é seguir as diagonais conforme modelo, e inserir os subníveis de energia com os seus número de elétrons. O objetivo é fazer até que esteja completo com 26 elétrons do elemento.

Ao fazer a distribuição, mantenha a atenção ao número total de cada subnível, como:

K – s2

L – 2s2 2p6

M – 3s2 3p6 3d10

N – 4s2

Nem todas as camadas foram distribuídas, pois o número atômico do Ferro é 26. Portanto, esta pode ser representada do seguinte modo:

1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d6

Ao somar os expoentes, temos o total de 26, que são os átomos do Ferro. Por fim, se a distribuição for em camadas pode ser vista como:

K = 2; L = 8; M = 14; N = 2.

Seguindo as coordenadas acima, teste com outros elementos para fixar e entender como deve ser feita a distribuição.

Por

Webjornal O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e