Preso no Rio foragido da Operação Não Seja um Laranja

Foram cumpridos 43 mandados de busca e apreensão contra acusados de fraudar contas em diversos bancos usando nomes de terceiros

Com apoio de policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade da Rocinha, a Polícia Federal (PF) cumpriu, nessa sexta-feira (5), mandado de prisão preventiva contra um homem, foragido da Operação Não Seja um Laranja, deflagrada na última terça-feira (2).

O preso, de 32 anos, é o chefe da organização criminosa investigada e não teve o nome divulgado pela PF.

Realizada em 13 estados de todas as regiões do país e no Distrito Federal, a operação tem participação da Polícia Civil do Pará, de São Paulo e do DF.

Foram cumpridos 43 mandados de busca e apreensão contra acusados de fraudar contas em diversos bancos usando nomes de terceiros. De acordo com as investigações, o valor das fraudes chega a R$ 18,2 milhões.

As investigações também contaram com informações prestadas pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Os integrantes da organização quadrilha responderão por associação criminosa, furto qualificado e falsidade ideológica. As penas podem ultrapassar 20 anos de prisão.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e