Presidente da Argentina diz que não vai se “ajoelhar” diante do FMI

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, disse nessa quarta-feira que não vai se ajoelhar diante do Fundo Monetário Internacional (FMI), nem assinará “a qualquer preço” um novo acordo com a organização, com a qual o país sul-americano pretende refinanciar cerca de US$ 43 bilhões em dívidas.

“Se ainda não chegamos a um acordo, é porque não vamos nos ajoelhar, porque vamos negociar até que nosso povo não veja seu futuro em risco pagando uma dívida”, declarou Fernández em um ato político com militantes governistas no estádio do Club Deportivo Morón, na Grande Buenos Aires. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e