Prefeitura do Rio planeja construir um cassino na Zona Portuária

O local é um dos pontos com as maiores atrações turísticas e uma paisagem muito bela, por isso é o escolhido para a iniciativa

O Rio de Janeiro desponta como uma das cidades mais visitadas do Brasil, por isso deve receber os primeiros estabelecimentos de jogos, caso o Governo aprove a liberação da atividade em solo nacional.

Durante evento empresarial, o secretário de turismo, Paulo Jobim, deixou os cariocas mais felizes com a novidade. Segundo ele, o Rio de Janeiro pode receber um cassino juntamente com um resort em sua Zona Portuária.

O local é um dos pontos com as maiores atrações turísticas e uma paisagem muito bela, por isso é o escolhido para a iniciativa. O investimento, na casa de jogos, será todo privatizado e já possui interessados em realiza-lo.

Não é de hoje que a cidade recebe empresários mundiais em busca de novos investimentos, muitos deles de Las Vegas e outros locais, onde os jogos fazem parte do cotidiano. No entanto, todo esse tramite depende da aprovação do Projeto de Lei.

Esse segue sua circulação e conta com o apoio de uma frente parlamente exclusiva. Ele visa a liberação da construção de resorts com cassinos, em estados com grande número populacional e com restrições.

O Brasil segue como um dos únicos países da América Latina que ainda vetam a atividade, como ele está apenas a Bolívia. Toda a regulamentação seguiria o exemplo das grandes potências mundiais, que lucram pesado sobre as tarifas geradas e usam o setor como uma estratégia certeira de lucro.

A iniciativa deve gerar milhares de empregos, tanto ligados diretamente com o nicho, quanto indiretos, além de movimentar a economia brasileira. Outro ponto crucial é a geração de impostos e aumento no turismo, que será o departamento mais impactado com a mudança.

Essas são apenas algumas áreas que lucrarão com a liberação da pratica, que ainda possui outros pontos positivos. Como ela conta com o apoio de muitos políticos e especialistas, a votação não deve demorar muito tempo para acontecer.

As empresas virtuais de jogos de azar

Enquanto isso, o brasileiro pode ser divertir com os cassinos online, que atuam com sedes internacionais e abrangem uma trégua da lei atual. Esses possuem um público fiel e uma maneira limpa de entretenimento.

Cada um dos sites segue uma rígida conduta, para que as transações bancarias e os sorteios sejam realizados dentro do padrão de transparência exigido por seu país. Portanto, eles são seguros.

Um dos mais populares é o Lottoland, que é muito acessada pelos jogadores de todo o território nacional. Ela possui um grande nível de confiabilidade e oferece dezenas de alternativas, além de bônus para os iniciantes.

Os que buscam esse tipo de jogo, mas tem medo de arriscar, podem procurar os portais especializados no assunto. Esses indicam as melhores companhias e ainda prestam assistência para os novatos.

Esse é o negócio do futuro, onde a diversão gera lucros e muitos aspectos positivos para os envolvidos. Com a rigidez no controle esses locais serão uma chance do país se recuperar da crise e criar uma nova estratégia perante as dificuldades enfrentadas.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e