Prefeitura do Rio cria Auxílio Carioca para minimizar efeitos de paralisação

Serão utilizados R$ 100 milhões no total - destes, R$ 70 milhões do executivo municipal e R$ 30 milhões da Câmara Municipal

Após decretar a suspensão das atividades consideradas não essenciais por dez dias, a partir da próxima sexta (26), a prefeitura do Rio anunciou nesta quarta (24) um pacote de auxílio financeiro para cerca de 900 mil moradores cariocas.

De acordo com o prefeito Eduardo Paes (DEM), serão utilizados R$ 100 milhões no total – destes, R$ 70 milhões do executivo municipal e R$ 30 milhões da Câmara Municipal. A transferência do recurso do orçamento do legislativo para o executivo será votada em uma sessão na tarde desta a quarta a partir das16h.

Paes adiantou, no entanto, que 50 dos 51 vereadores já deram um parecer favorável para aprovação. Segundo o prefeito do Rio, a transferência dos recursos para as famílias será feita por meio de quatro grupos.

Paes explicou também que os contemplados que já possuem os cartões municipais com auxílio, terão o valor depositado em suas contas. Os demais, deverão buscar os Creas e Cras ou acessar o site carioca.rio para saber se têm direito ao auxílio.

Na coletiva, o chefe do executivo municipal explicou que o dinheiro será para aliviar a situação econômica das famílias pelos dez dias de suspensão das atividades não essenciais, a contar desta sexta (26).

Durante o período, as praias também ficarão fechadas. A medida foi anunciada em conjunto, no começo desta semana, pelos prefeitos do Rio e Niterói, na região metropolitana.

“Estamos garantindo para as pessoas mais pobres dessa cidade, que elas terão renda, podendo se preservar nesse momento. Essa doença é traiçoeira, mata as pessoas e a gente precisa que elas passem esse período de dez dias, com muita disciplina”, disse Paes.

Veja como fica a divisão dos grupos do Auxílio Carioca:

Cartão Família Carioca

Cerca de 50 mil famílias, cadastradas em programas do governo federal, vão receber R$ 240. Totalizando R$ 12 milhões.

Cartão Alimentação

643 mil alunos vão receber nos próximos dias R$ 108,50 por criança. Uma média de R$ 240,00 por família. No total, serão R$ 70 milhões em recursos para esse fim. 

Famílias mais pobres

Para cerca de 23 mil famílias cariocas que vivem na pobreza ou na extrema pobreza, ambas inscritas no CadÚnico, serão disponibilizados R$ 200,00.

Comércio Ambulante

Os 13 mil ambulantes cadastrados na cidade (barraqueiros e ambulantes nas praias, profissionais que trabalham nos corredores comerciais e feiras) serão contemplados com R$ 500. 

De acordo com a prefeitura, os recursos não são cumulativos e podem ser repassados em até duas parcelas, ambas no período de dez dias de restrições na cidade. CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e