Prefeitura de Itambé, na Bahia, alerta sobre rompimento de barragem

A prefeitura de Salvador disse que a situação de momento é de alerta máximo, e que as chuvas devem continuar com intensidade fraca a moderada até o fim deste domingo (26)

A prefeitura de Itambé, município do Sul da Bahia, alertou sobre o rompimento da barragem de Iguá na noite desse sábado (25), devido às fortes chuvas na região, e disse que uma forte enxurrada poderia atingir áreas da cidade.

A gestão municipal pediu ainda para que todas as pessoas deixassem as margens do rio verruga. A Santa Casa de Misericórdia da cidade afirmou que nenhuma pessoa precisou ser encaminhada ao local.

De acordo com um comunicado da prefeitura de Vitória da Conquista, cidade próxima à barragem, a Defesa Civil e técnicos da Prefeitura, a Polícia Rodoviária Federal e a Via Bahia monitoravam o volume de água.

A prefeitura também informou que nenhuma pessoa se feriu, e que não foram “constatados maiores prejuízos”.

Mais cedo, no sábado, a prefeita da cidade conversou com ministro da Cidadania, João Roma, e com o governador da Bahia, Rui Costa, pedindo apoio para o município, de acordo com a própia gestão municipal. Ainda de acordo com as autoridades, uma base da Defesa Civil Nacional será montada neste domingo (26) em Vitória da Conquista.

Em Salvador, a Defesa Civil Municipal (Codesal) acionou sirenes em dois locais de risco devido às chuvas na noite deste sábado, por volta das 21h: Bosque Real, no bairro Sete de Abril, e Moscou, no bairro Castelo Branco.

De acordo com um comunicado, esse protocolo foi acionado devido o registro de mais de 150mm nas últimas 72h nestes locais, considerado “alerta máximo”.

Equipes da Codesal e das secretarias de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza (Sempre) e da Educação (Smed) foram deslocadas para os locais para auxiliar os moradores a saírem das residências em situação de risco. Pelo menos quatro pessoas estão sendo atendidas no ponto de abrigamento montado na Escola Municipal de Castelo Branco.

A prefeitura de Salvador disse que a situação de momento é de alerta máximo, e que as chuvas devem continuar com intensidade fraca a moderada até o fim deste domingo (26).

A gestão municipal também disse que a chuva registrada neste mês, em Salvador, já tem volume seis vezes maior do que o esperado para todo o mês. As precipitações já atingiram 355,8mm na cidade, de acordo com a estação meteorológica de Ondina, contra o volume esperado de 58,1mm.

Até agora, 17 pessoas morreram por causa das chuvas na Bahia, e 4,2 mil estão desabrigadas.

Ajuda de outros estados

Neste sábado (25), governadores de sete estados brasileiros anunciaram que vão enviar ajuda humana e material para os municípios atingidos pelas tempestades na Bahia.

Até agora, os governadores de São Paulo, Piauí, Maranhão, Espírito Santo, Ceará, Paraíba e Minas Gerais prestaram solidariedade às pessoas afetadas pelas chuvas e disseram que vão prestar apoio.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e