Prefeito de Mesquita, Jorge Miranda, é afastado pela Câmara de Vereadores

Tucano foi tirado do cargo por nove votos contra dois e uma abstenção

A Câmara de Vereadores de Mesquita afastou o prefeito Jorge Miranda (PSDB) nessa terça-feira 1/08, em sessão extraordinária. O prefeito é acusado de fazer empréstimos junto ao fundo de previdência do município (MesquitaPrev) sem autorização prévia. A votação do relatório da Comissão Processante fechou com maioria a favor do afastamento do prefeito.

Por nove votos contra dois e uma abstenção, foi aprovado o relatório da comissão criada para apurar uma denúncia, protocolada por um cidadão mesquitense na Câmara Municipal. Jorge Miranda, conhecido também como Jorge “Merenda”, foi afastado sob os gritos pró e contra o chefe do Executivo.

Miranda é acusado de cometer ato de infração político-administrativa por ter feito um empréstimo de R$ 14 milhões do fundo de previdência do MesquitaPrev sem autorização prévia da Casa Legislativa. O dinheiro era para quitar folhas dos salários de novembro e dezembro e o 13º dos servidores da prefeitura.

A Câmara já havia se pronunciado oficialmente sobre a criação dessa Comissão Processante quando acatou a denúncia sobre a abertura de crédito adicional especial (empréstimo) feita pelo Executivo. De acordo com a nota, “não foram feitos os pagamentos devidos aos servidores comissionados, que entraram com uma ação judicial para receber os proventos”.

Assume o cargo o vice-prefeito de Mesquita, Waltinho Paixão, do PROS.

Foto/crédito: Notícias de Mesquita

Por

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e