Postura nas redes sociais deve ser adequada

Como as pessoas se  portam nas redes sociais e como isso pode interferir na vida

Print page

Nos tempos em que as redes sociais ganham a atenção no período ocioso, é importante adotar uma conduta adequada também na vida virtual. Postagens, fotos, depoimentos, compartilhamentos, comentários e curtidas, em conteúdos inapropriados, podem custar caro para um indivíduo.  As redes sociais podem ser uma porta para novos projetos e oportunidades, mas também pode queimar o filme do usuário.

Muitas empresas já adotaram métodos de seleção de seus candidatos ou até acompanhamento de seus funcionários pelas redes.  Alguns recrutadores descartam um candidato só de ver a postura do cidadão nas redes sociais. Comentários machistas, fotos com conteúdo impróprio, compartilhamento de vídeos que ferem a dignidade alheia, xingamentos, entre outros, podem ser prejudiciais para o próprio.

Algumas redes sociais, como o Linkedin, são especificamente voltadas para o mercado de trabalho. A forma como cada um se expõe nesses meios, pode chamar a atenção de outras empresas e possibilitar novas oportunidades na carreira. Esse material, revelador, no entanto, pode também ter efeito contrário. O fato é que as empresas estão de olho nas redes sociais.

A universitária Luana Guimarães, de 24 anos, conta que já quase perdeu o emprego por postar demais nas redes sociais. Luana explica que não saia do Facebook e do Instagram, em nenhum momento, mesmo no horário de trabalho. “Eu era muito ativa nas redes, postava, compartilhava e curtia o tempo todo, ficava inteirada de tudo o que acontecia, às vezes, já tinha visto de tudo, mas mesmo assim, não me desconectava. Um dia, meu chefe viu que eu estava online no facebook, e eu tinha acabado de postar um vídeo que ia contra a política da empresa, ele mandou me chamar para sala dele e chamou minha atenção sobre o que eu tinha postado. Fiquei super sem graça e envergonhada. Conversamos, apaguei a publicação e nunca mais entrei nas redes sociais em horário de trabalho, poderia ter perdido o meu emprego”, desabafa Luana.

Algumas dicas para se sair bem nas redes sociais:

Modere a publicação de imagens de sunga, biquíni ou que exponham muito seu corpo;

Não fale mal do chefe, empresa ou colegas;

Não faça comentários pejorativos, preconceituosos ou discriminatórios;

Tenha sempre em mente o bom senso antes de qualquer postagem.

O gerente de Mídias Sociais Ricardo Henrique Moreira, alerta para os perigos de usar as redes sociais inadequadamente. “A rede social do mundo virtual, numa visão mais ampla, não pode ser diferente da rede social do mundo real”, diz Ricardo.  Segundo ele,  quando se começa a distanciar, por exemplo, que 30 mil seguidores representa alguma coisa, você não está numa rede social, você está num negócio, o individuo deixa de usar o aspecto mais importante da rede social, que é o relacionamento mais próximo do mundo real. Quando se posta, às vezes algo que não faz parte da realidade, ou se tenta influenciar alguma coisa ou alguém, reproduzindo uma opinião de terceiros, isso pode gerar uma distância do mundo real.

É extremamente importante zelar pela imagem de como queremos ser vistos e lembrados. Determinadas particularidades da nossa vida pessoal devem ser comentados através de mensagens diretas, com quem compartilhamos de certa intimidade, e não divulgados nas esferas das redes sociais. Uma maneira de atuar com segurança e eficiência nas redes sociais é elaborar um perfil em linha com o tipo de relacionamento que você deseja trabalhar. Se sua opção for exercer relações de trabalho, assuma uma postura profissional e não ceda ao impulso de descontrair-se demais para não comprometer seu objetivo. Lembre-se que uma boa imagem é construída dia a dia por cada um de nossos gestos e atitudes.

Por

Comentários estão fechados.