Polícia Federal combate milícia que atua no Grande Rio

A organização atua na venda de sinal clandestino de TV e internet (gatonet), comércio ilegal de gás, exploração de serviço de mototáxis e ameaças a moradores e comerciantes

A Polícia Federal (PF) cumpre hoje (10) 19 mandados de prisão preventiva contra acusados de integrar uma milícia armada que atua na Baixada Fluminense e no Rio de Janeiro. A operação Hoste, em parceria com o Ministério Público (MPRJ), também cumpre 29 mandados de busca e apreensão.

Segundo o MPRJ, o grupo é comandado pelo vereador de Nilópolis, Mauro Rogério Nascimento de Jesus, o Maurinho do Paiol (PSD), na Baixada, e conta com o apoio de policiais militares. A organização atua na venda de sinal clandestino de TV e internet (gatonet), comércio ilegal de gás, exploração de serviço de mototáxis e ameaças a moradores e comerciantes.

O grupo ainda é acusado de tráfico de armas e drogas e teria vínculos com milicianos que agem na zona oeste  do Rio. A polícia também investiga envolvimento dos alvos da operação com homicídios e corrupção.

Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Criminal Especializada da Capital e estão sendo cumpridos nas cidades do Rio, São João de Meriti e Nilópolis.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e