Pesquisa: maioria dos americanos acredita que país está na direção errada

As opiniões dos americanos sobre Biden permanecem em baixa

A grande maioria dos americanos, em todas as linhas partidárias, está descontente com a situação dos Estados Unidos, segundo um novo conjunto de pesquisas.

Em uma pesquisa da AP-NORC divulgada na quarta-feira (29), 85% dos adultos norte-americanos dizem que as coisas no país estão indo na direção errada, com apenas 14% acreditando que as coisas estão no caminho certo.

Esta é uma avaliação mais pessimista do que em maio, quando 78% disseram que as coisas estavam indo na direção errada e 21% que as coisas estavam geralmente no caminho certo.

Atualmente, 92% dos republicanos e 78% dos democratas estão insatisfeitos com a direção do país – o maior número entre os democratas desde que o presidente Joe Biden assumiu o cargo no ano passado.

Apenas 20% dos americanos descrevem a economia do país como boa, com 79% considerando-a de ruim, de acordo com a pesquisa AP-NORC. Esse sentimento também é relativamente bipartidário, com 90% dos republicanos e 67% dos democratas pessimistas com a situação econômica dos EUA.

Uma pesquisa Reuters/Ipsos também divulgada na quarta-feira mostra um descontentamento crescente, especificamente entre os democratas, nos dias que se seguiram à decisão da Suprema Corte dos EUA de derrubar o direito constitucional federal ao aborto.

Nesta pesquisa, 62% dos democratas dizem que as coisas no país estão no caminho errado, acima dos 49% da semana anterior. Por outro lado, 86% dos republicanos dizem que as coisas estão indo na direção errada, um pouco abaixo dos 94% da semana anterior.

Enquanto isso, as opiniões dos americanos sobre Biden permanecem em baixa. Uma média da CNN de pesquisas realizadas na segunda quinzena de junho indica que 38% dos americanos aprovam o trabalho que ele está fazendo, com 57% desaprovando, semelhante às avaliações no início do mês.

Na pesquisa da AP-NORC, 28% dos americanos aprovam o desempenho de Biden na economia – sua classificação mais baixa sobre o assunto até o momento – 36% aprovam seu desempenho na política de armas e 53% aprovam como ele lidou com a pandemia de Covid-19.

A média calculada pela CNN incluiu resultados da pesquisa da Universidade Quinnipiac realizada de 17 a 20 de junho, a pesquisa CBS News/YouGov realizada de 22 a 24 de junho, a pesquisa NPR/PBS NewsHour/Marist realizada de 24 a 25 de junho, a pesquisa AP-NORC realizada em junho 23-27 e a pesquisa Reuters/Ipsos realizada de 27 a 28 de junho. CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e