Pesquisa Ipespe: Lula tem 43% e Bolsonaro, 26%; Moro, 8% e Ciro, 7%

A reprovação ao governo se mostrou maior: 63% disseram desaprovar o governo Bolsonaro, enquanto 31% aprovam e 6% não sabem ou não responderam à pergunta

A mais recente pesquisa Ipespe para as eleições presidenciais de 2022, divulgada nesta sexta-feira (25), mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está à frente nas intenções de voto no cenário estimulado, sendo o nome escolhido por 43% dos entrevistados, seguido do presidente Jair Bolsonaro (PL), que aparece com 26%. Os pré-candidatos Sergio Moro (Podemos) e Ciro Gomes (PDT) aparecem com 8% e 7%, respectivamente, das menções.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), tem 3% das intenções de voto. Simone Tebet (MDB), Eduardo Leite (PSDB), André Janones (Avante) e Felipe d’Avila (Novo) registram 1% das intenções. O nome de Alessandro Vieira (Cidadania) foi citado, mas não chegou ao indicativo de 1%.

Além disso, 7% dos entrevistados afirmaram que votariam em branco, nulo, não votariam ou não escolheriam nenhum dos citados, enquanto 2% se colocaram como indecisos.

Nesta edição da pesquisa Ipespe, não há registro do nome do presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD). Em vez dele, aparece o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, que conversa com o PSD a fim de se viabilizar como novo pré-candidato da sigla.

Primeiro turno

Intenção de voto estimulada para presidente

Lula (PT) – 43%

Jair Bolsonaro (PL) – 26%

Sergio Moro (Podemos) – 8%

Ciro Gomes (PDT) – 7%

João Doria (PSDB) – 3%

Simone Tebet (MDB) – 1%

Eduardo Leite (PSDB) – 1%

André Janones (Avante) – 1%

Felipe d’Avila (Novo) – 1%

Alessandro Vieira (Cidadania) – 0%

Branco/nulo/não vai votar/nenhum – 7%

Indecisos/não respondeu – 2%

Intenção de voto espontânea para presidente

Lula (PT) – 35%

Jair Bolsonaro (PL) – 25%

Sergio Moro (Podemos) – 4%

Ciro Gomes (PDT) – 4%

João Doria (PSDB) – 1%

Felipe d’Avila (Novo) – 0%

Simone Tebet (MDB) – 0%

André Janones (Avante) – 0%

Branco/nulo/nenhum – 5%

Indecisos/não respondeu – 25%

Segundo turno

A Ipespe apresentou nove cenários de segundo turno, com comparações majoritariamente entre quatro pré-candidatos, mas também com duas propostas com o nome de Eduardo Leite. Veja:

Cenário 1

Lula (PT) – 54%

Jair Bolsonaro (PL) – 32%

Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 14%

Cenário 2

Lula (PT) – 52%

Sergio Moro (Podemos) – 31%

Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 17%

Cenário 3 

Lula (PT) – 51%

Ciro Gomes (PDT) – 25%

Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 24%

Cenário 4

Lula (PT) – 54%

João Doria (PSDB) – 18%

Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 29%

Cenário 5

Ciro Gomes (PDT) – 47%

Jair Bolsonaro (PL) – 35%

Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 18%

Cenário 6 

João Doria (PSDB) – 39%

Jair Bolsonaro (PL) – 36%

Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 25%

Cenário 7 

Sergio Moro (Podemos) – 33%

Jair Bolsonaro (PL) – 32%

Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 35%

Cenário 8 

Lula (PT) – 55%

Eduardo Leite (PSDB) – 17%

Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 28%

Cenário 9 

Jair Bolsonaro (PL) – 39%

Eduardo Leite (PSDB) – 35%

Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 26%

Avaliação do governo Bolsonaro

Além do cenário eleitoral, o Ipespe também realizou questionamentos acerca da percepção sobre o governo Bolsonaro, avaliado como ruim ou péssimo por 53% dos entrevistados, ótimo ou bom por 25% e regular por 21%. Um percentual de 1% não soube ou não quis responder.

A reprovação ao governo se mostrou maior: 63% disseram desaprovar o governo Bolsonaro, enquanto 31% aprovam e 6% não sabem ou não responderam à pergunta.

Questionados sobre o enfrentamento da pandemia do coronavírus por parte do presidente, 56% a classificaram como ruim ou péssima, 25% como ótima ou boa e 19% como regular. Outro 1% não soube ou não quis avaliar.

Metodologia

Esta edição da pesquisa Ipespe foi realizada por telefone com 1.000 entrevistados entre os dias 21 e 23 de fevereiro de 2022, com pessoas de 16 anos ou mais de todas as regiões do país.

A margem de erro máxima estipulada é de 3.2 pontos percentuais para mais ou para menos, com um intervalo de confiança de 95,5%. Ou seja, se 100 pesquisas fossem realizadas, ao menos 95 apresentariam os mesmos resultados dentro desta margem.

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-05015/2022.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e