Partido Comunista quer reforçar economia de Cuba, mas sem soltar rédeas

Cumprida a anunciada aposentadoria política de Raúl Castro e outros ortodoxos correligionários de sua geração, o VIII Congresso do Partido Comunista de Cuba deixou poucas surpresas e a certeza de que fortalecer a economia do país é o maior desafio para a legenda.

O principal conclave do único partido permitido em Cuba foi concluído na última segunda-feira com a “continuidade revolucionária” como principal lema e o bastão de comando da legenda agora nas mãos de Miguel Diaz-Canel, presidente do país. A centralização de poderes é a mesma ocorrida nos tempos de Fidel e Raúl Castro. EFE

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e