Parques municipais serão reabertos durante a semana em São Paulo

A Virada Cultural, evento que costuma ocorrer no mês de maio na capital, foi transferida para o mês de setembro e pode ocorrer este ano de forma virtual

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, disse hoje (6) que os parques municipais da capital paulista serão reabertos em breve, mas não irão funcionar nos finais de semana. Segundo ele, o anúncio sobre a reabertura de parques deve ocorrer ainda esta semana.

Os parques estão fechados na cidade de São Paulo desde o dia 21 de março, por causa da pandemia do novo coronavírus.

O objetivo, segundo ele, é evitar aglomerações. “Essa semana a prefeitura deve anunciar quando serão reabertos os parques municipais. Estamos terminando de discutir com a Vigilância Sanitária as regras de reabertura. Mas já posso adiantar que vamos anunciar a retomada dos parques durante a semana. Não vamos retomar os parques, ainda, aos finais de semana para evitar aglomeração”, disse Covas.

A capital paulista já está na fase 3-Amarela do Plano São Paulo e pode reabrir, a partir de hoje (6), bares, restaurantes e salões de beleza. No entanto, esses estabelecimentos só poderão funcionar até as 17h. com exceção dos restaurantes localizados em praças de alimentação ou dentro de shoppings, que tem permissão para funcionar das 16h às 22h.

Além dessa determinação, os bares, restaurantes e salões de beleza precisam limitar a capacidade para 40% do público e também tem horário reduzido de funcionamento, por apenas seis horas diárias. Já os shoppings centers e comércio de rua, que já estavam abertos na capital desde a fase Laranja, poderão agora ampliar o horário de funcionamento de quatro para seis horas por dia, além de poder ampliar também sua capacidade, de 20% para 40%.

“Entramos para a segunda semana na fase 3. Mas a pandemia continua na cidade de São Paulo, como continua no estado e no Brasil. Quero pedir cautela à população e pedir para que ela entenda que ainda não é o momento de comemorarmos o fim da pandemia. E que possamos evitar cenas em São Paulo como tivemos no Rio de Janeiro e em Londres [de bares lotados e com pessoas sem máscara]”, disse o prefeito.

O Plano São Paulo é dividido em cinco fases que vão do nível máximo de restrição de atividades não essenciais (Vermelho) a etapas identificadas como controle (Laranja), flexibilização (Amarelo), abertura parcial (Verde) e normal controlado (Azul). O Plano São Paulo também é regionalizado, ou seja, o estado foi dividido em 17 regiões e cada uma delas é classificada em uma fase.

Virada Cultural

O prefeito disse hoje (6) que a Virada Cultural, evento que costuma ocorrer no mês de maio na capital, promovendo 24 horas de programação cultural ininterruptas, foi transferida para o mês de setembro e pode ocorrer este ano de forma virtual. “A gente discute já a transformação da Virada Cultural em apenas uma virada online. Esse já é o horizonte em que a prefeitura trabalha”, disse Covas.

Por

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e