Orbán anuncia referendo sobre lei que associa homossexualidade a pedofilia

O governo da Hungria anunciou nesta quarta-feira que convocará um referendo sobre a recém-aprovada lei que vincula homossexualidade a pedofilia para “defender” os menores de idade do que considera ser uma tentativa da União Europeia (UE) de divulgar ideias sobre mudança de sexo ou sexualidade nas escolas.

“Nas últimas semanas, Bruxelas atacou a Hungria por causa da lei em defesa dos menores de idade”, disse o primeiro-ministro, Viktor Orbán, ao anunciar no Facebook a realização da consulta popular, mas sem revelar a data e nem se o resultado da votação afetará a lei. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e