Operação combate fraudes em cartões de transporte público em SP

Foram detidas 29 pessoas, incluindo dois adolescentes

As polícias Militar e Civil fizeram nesta quita-feira (3) uma operação para combater fraudes nos cartões de transporte público na Grande São Paulo. Foram realizadas quatro ações simultâneas nos terminais de ônibus em Perus e na Armênia, zona norte paulistana; em Carapicuíba, parte oeste da região metropolitana, e em Santo André, no Grande ABC.

Foram detidas 29 pessoas, incluindo dois adolescentes. Os policiais apreenderam também 1,2 mil cartões de bilhete único, usado na capital, e do cartão BOM, aceito nas linhas intermunicipais da Grande São Paulo. Os presos tinham com eles R$ 4 mil em espécie e quatro notebooks.

Segundo o tenente da Polícia Militar Diego Franchi Lemes, a partir das prisões em Perus, os policiais conseguiram chegar a uma espécie de central de clonagem de cartões. A operação de hoje foi organizada a partir de uma ação prévia da inteligência da PM. “A Polícia Militar, há cerca de dez dias, começou a fazer o monitoramento dos indivíduos e identificação do modus operandi”, disse o tenente Lemes.

Crédito falso

Com o uso de um programa específico, o grupo conseguia colocar crédito falso nos cartões, que eram revendidos a um preço menor a usuários do transporte, informou o delegado Carlos Henrique Ruiz. De acordo com ele, o material apreendido será periciado para definir em quais crimes os envolvidos podem ser enquadrados.

Na segunda-feira (30), a prefeitura de São Paulo bloqueou os créditos acima de R$ 43 dos cartões de bilhete único sem identificação. Para usar acima desse limite, os passageiros devem fazer um cartão personalizado. Segundo a administração municipal, a intenção é reduzir as fraudes no sistema.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e