OMS defende direito das mulheres de decidir sobre próprio corpo e saúde

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou nesta quarta-feira que todas as mulheres têm o direito de decidir sobre seu corpo e sua saúde, diante da proibição do aborto decidida nos Estados Unidos, ao qual considera um “retrocesso”.

“Todas as mulheres devem ter o direito de decidir quando se trata do seu corpo e sua saúde. Ponto final”, enfatizou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em entrevista coletiva onde abordou diversos temas de saúde de interesse internacional. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e