O mundo aos seus ouvidos!

Já pensou poder conversar com pessoas de qualquer parte do mundo, sem dificuldades de compreensão? É o que promete o fone que faz tradução simultânea

Falar e entender bem muitos idiomas é um luxo. Quando percebo que alguém fala cinco, acredito ser uma façanha, por vezes comtempla apenas ocupantes de cargos como os de pilotos ou diplomatas. Mas você sabia que já existe no mercado, por cerca de US$ 99,00 (R$ 540,00) um fone que permite a tradução simultânea de 40 idiomas?

A revolução digital chegou em um lugar que me toca profundamente. Amo aprender novos idiomas, mas o máximo que alcancei, foram três (espanhol, inglês e italiano) distintos do meu, e ainda assim começo a pensar em um idioma, e quero responder em outro. Mas adoraria poder aprender mais uns dois: árabe e francês. Diferente da maioria dos tradutores que encontramos, o fone que traduz, o faz com rapidez e 95% de eficiência. Utilizando um sistema baseado em algoritmo do fabricante e uma mescla de ferramentas como Google Tradutor e Microsoft Tradutor, a utilização pode ser via Wi-Fi e 4G, além da possibilidade de uso offline por um custo adicional de US$ 30 (R$162,00), comprando um pacote específico de idiomas. Entre os idiomas traduzidos pelo fone estão: croata, tcheco, grego, espanhol, indonésio, russo, árabe, italiano, chinês, inglês, filipino, português, finlandês, francês, hebraico, tailandês, japonês, holandês, coreano, polonês, alemão, sueco, entre outros.

Ao saber que há um fone que traduz simultaneamente, fiquei muito tentada a adquiri-lo. Conversar com várias pessoas de culturas diferentes, me permite aprender muito, e se isso for possível sem anos de estudo, apesar de amar estudar, principalmente idiomas, melhor ainda. Quando fui voluntária na Copa do Mundo, senti muita falta de um fone assim. Quando o turista de língua inglesa chegava perto de mim, eu sentia meu corpo gelado e a língua travava, quase não saía nenhuma palavra. O espanhol, não me aterrorizava assim, mas o inglês, me causava pânico. Acredito que não só para o turismo, mas haveria auxílio também nos negócios. Muitos deixam de viajar a negócios por não conhecer a língua. Eis uma grande ferramenta para auxiliar as empresas que precisam enviar seus funcionários ao exterior e expandir seus negócios.

Por

cristiane.lopes@oestadorj.com.br

* Jornalista e especialista em Gestão Cultural. Amante da cultura e das artes.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e