O imóvel ideal para recém-casados: descubra aqui

Ser recém-casados envolve grandes felicidades. O momento é mágico para aqueles que se encontram nesta condição e não tem melhor sensação do que estar com a pessoa que se ama.

Mas, para um novo casal, a escolha de um novo lar nem sempre é a mais fácil de se tomar. Existem diversas opções de lugares, que podem oferecer a vocês ainda maiores vantagens em relação a outros.

Para lidar com esta dúvida, apresentaremos hoje para nosso caro leitor qual pode ser o imóvel ideal para recém casados.

Propriedade esta que pode, e irá, variar de acordo com a situação em qual a dupla se encontra, assim como da disposição do casal em contratar ou não um crédito, como exemplo do empréstimo com garantia, para investir nesse sonho.

Aproveite e boa leitura!

Uma escolha nem sempre óbvia

Existem diversos tipos de propriedades que podem vir a se tornar nossos lares, onde viveremos momentos únicos. Para companheiros que estão iniciando a vida a dois e buscam por um novo lar, esta é uma decisão muito difícil a ser tomada.

Devemos levar em consideração uma gama larga de aspectos ao definirmos um novo lar para morarmos. Além da localização, segurança e preço, outros fatores como vantagens comerciais afetam, e muito, esta decisão.

Por este motivo, o mais certo a se fazer é realizar diversas buscas antes de se tomar a decisão. Isso evita tanto pagar por um valor que pode ser alto quanto a insatisfação com o local da moradia.

Outro fator extremamente importante para que possam selecionar a melhor opção disponível é realizar uma visita ao local. Entretanto, seu foco não será apenas olhar a casa.

Busque por informações sobre a vizinhança, assim como por alguns pontos de referência próximos da mesma. Observa a proximidade de serviços como farmácias, supermercados e hospitais, além de atentar-se ao movimento existente na vizinhança.

Tudo isso são indicativos da qualidade de vida que este pode lhe oferecer, assim como se este é, de fato, a melhor opção que se pode conseguir, pelo valor que vocês estão se propondo a pagar.

Recém-casados devem optar por casas?

Não necessariamente. Recém-casados devem, antes de tudo, avaliar a situação que estes se encontram e procurar se uma casa, propriamente dita, é realmente onde desejam morar.

Claro que, existe também o caso de recém-casados que já possuem apartamento mas desejam mudar para um lugar maior. No caso destes, pode ser um bom negócio até mesmo, contratar um empréstimo com garantia de imóvel e optar por uma casa. A modalidade é oferecida pela fintech CashMe com ótimas vantagens.

Uma propriedade deste tipo é melhor para abrigar famílias maiores que possuam crianças. Ainda que o casal seja matrimonialmente novo, sua relação pode existir a tempos, e ainda que não possua de tanto tempo assim, estes podem sim ter filhos.

Ou, ao menos, se planejam para ter. Aqueles que escolhem por tal tipo de residência visam, no futuro, uma casa espaçosa para acomodar a ambos mais as suas crianças. Logo, o espaço extra será ideal durante a moradia destes na mesma.

Esta também pode ser uma melhor escolha caso os cônjuges sejam extremamente sociáveis, procurando sempre por festas e manter um ciclo social ativo. Portanto, para os mais festeiros, a casa será a melhor opção a ser escolhida.

Visto que esta não está tão sujeita a regras quanto outros tipos de imóveis. Afinal, na sua casa, suas regras. Entretanto, isto somente é válido para aqueles que realmente são possuidores do lar.

Alguns donos de aluguéis convivem no terreno com seus inquilinos e outros possuem regras que devem ser seguidas para que estes possam residir em seu bem sem quaisquer problemas.

Portanto, pondere muito bem sobre as suas condições para que entendam se a decisão de morar em uma casa é, efetivamente, a melhor que podem tomar neste momento de suas vidas.

Então, recém-casados devem optar por apartamento?

Assim como o caso acima, este também deve ser muito bem avaliado antes que possam tomar qualquer decisão. Ainda que o apartamento tenha diversas vantagens, existe uma clara desvantagem que deve ser pensada.

Por se tratar de um espaço menor, sua manutenção pode ser realizada de maneira muito mais simples do que em uma casa. Além disso, quando falamos em compras, grande parte dos apartamentos têm preços menores que residências.

Além disso, o local irá contar com diversas opções de lazer e áreas confortáveis para aqueles que residem no mesmo. Geralmente, prédios vêm equipados com um salão de festa, uma piscina e alguns brinquedos para as crianças.

Outro fator beneficial é que, para aqueles que não desejam possuir filhos, este espaço acolhe muito bem o casal. E ainda que estes planejem ter um filho, a segurança que é fornecida dentro de um condomínio é muito maior.

Entretanto, um fator negativo que envolve todos os apartamentos é a taxa de condomínio. O que pode ser, em alguns casos, muito custoso, visto que esta é variável de prédio para prédio.

Portanto, ainda que o apartamento acabe saindo, em alguns aspectos, mais barato que a casa, o condomínio, ao depender do valor, pode contrabalancear. Assim, é necessário avaliar se este é mais interessante que o residencial térreo.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e