Nova espaçonave da Nasa poderá conduzir missão inédita em Vênus

A expectativa é de que a espaçonave explore a atmosfera venusiana em camadas e alcance sua superfície em junho de 2031

A Nasa lançará uma missão para voar por Vênus. A espaçonave deve posar na atomosfera hostil do planeta em 2029. Chamada DAVINCI, uma sigla para “Deep Atmosphere Venus Investigation of Noble Gases Chemistry and Imaging”, que poderia ser traduzido como “investigação da atmosfera de vênus”, a missão será a primeira a estudar Vênus através de sobrevoos e descida.

A expectativa é de que a espaçonave explore a atmosfera venusiana em camadas e alcance sua superfície em junho de 2031. A missão DAVINCI será capaz de capturar dados sobre Vênus que os cientistas estão ansiosos para medir desde o início dos anos 1980.

Apenas duas missões da Nasa já visitaram o segundo planeta mais próximo do nosso sol – Pioneer em 1978 e Magellan no início dos anos 1990.

A espaçonave servirá essencialmente como um laboratório de química voadora, capaz de medir diferentes aspectos da atmosfera e do clima de Vênus e tirar as primeiras imagens de descida das terras altas do planeta.

Os instrumentos da missão também serão capazes de mapear a superfície venusiana e detectar a composição das montanhas de Vênus.

Essas características, chamadas de “tesselas”, podem ser semelhantes aos continentes da Terra, o que significa que Vênus pode ter placas tectônicas, de acordo com cientistas da Nasa.

“Este conjunto de dados de imagem química, ambiental e de descida irá pintar uma imagem da atmosfera em camadas de Vênus e como ela interage com a superfície nas montanhas de Alpha Regio, que tem o dobro do tamanho do Texas”, disse Jim Garvin, diretor da DAVINCI e investigador do Goddard Space Flight Center da Nasa em Greenbelt, Maryland, em um comunicado.

“Essas medições nos permitirão avaliar aspectos históricos da atmosfera, bem como detectar tipos especiais de rochas na superfície, como granitos, enquanto também procuramos características da paisagem que nos digam sobre erosão ou outros processos de formação”.

A iniciativa também investigaria a possibilidade de um oceano no passado de Vênus medindo gases e componentes da água na parte mais profunda da atmosfera. Vênus pode ter sido o primeiro mundo habitável em nosso sistema solar, incluindo um oceano e clima semelhante ao da Terra – mas algo aconteceu para transformá-lo em um planeta com temperaturas quentes o suficiente para derreter chumbo.

Vênus provavelmente manteve temperaturas estáveis ​​e abrigou água líquida por bilhões de anos antes de um evento desencadear mudanças drásticas no planeta, de acordo com um estudo de 2019. O autor do estudo, o cientista físico Michael Way, do Instituto Goddard de Ciência Espacial da Nasa, em Nova York, também foi coautor de um estudo de 2016 sobre clima e oceanos em Vênus em seu passado.

Agora, Vênus é um planeta quase morto com uma atmosfera tóxica 90 vezes mais espessa que a do nosso planeta natal e temperaturas de superfície que chegam a 462 graus Celsius.

Como o DAVINCI deve voar por Vênus várias vezes, ele usará dois instrumentos para estudar as nuvens e mapear as terras altas da órbita. Em seguida, o veículo lançará uma sonda de descida carregando cinco instrumentos até a superfície.

A descida levará cerca de uma hora e um escudo térmico será usado para proteger a sonda até que esteja cerca de 67 quilômetros acima da superfície. Em seguida, ele descartará o escudo para amostrar e analisar os gases atmosféricos. A sonda de descida também capturará centenas de imagens assim que limpar as nuvens de Vênus a 30.500 metros acima da superfície.

“A sonda vai pousar nas montanhas Alpha Regio, mas não precisa operar assim que pousar, pois todos os dados científicos necessários serão coletados antes de chegar à superfície”, disse Stephanie Getty, vice-investigadora principal de Goddard, em um declaração.

“Se sobrevivermos ao pouso a cerca de 25 milhas por hora (11 metros/segundo), poderemos ter até 17 a 18 minutos de operações na superfície em condições ideais”.

CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e